Notìcias Notícias Monjas, Notícias
6 dezembro 2021

Centenário do Carmelo do Pâquier (Suíça)

Após uma primeira tentativa em 1867 perto de Genebra, em agosto de 1914, a Sra. Delaître, uma viúva francesa, apoiada por um grupo de benfeitores da região de Paris, comprou o Petit Château de Lully (Suíça) com o objetivo de criar uma comunidade que rezasse pela unidade dos cristãos. Em 1921, as Carmelitas de Narbonne (França) mudaram-se para o Petit Château de Lully (Suíça). A 29 de Setembro de 1921, foi celebrada uma missa na capela do Petit Château de Lully, perto de Friburgo, inaugurando assim o estabelecimento da Ordem dos Carmelitas na Suíça. Em 1933, após uma visita apostólica, as Irmãs de Narbonne foram mandadas de volta ao seu mosteiro de origem. A Ordem, de acordo com o bispo, chamou a Madre Marie Agnès da Imaculada Conceição, Prioresa das Carmelitas de Fontainebleau. Esta percebeu rapidamente que tinha de ser encontrado outro local. Foi mais acima da aldeia do Pâquier que encontrou um prado para venda. O mosteiro foi construído ali e a bênção de D. Besson teve lugar a 15 de outubro de 1936.

No dia 26 de setembro de 2021, uma solene Eucaristia presidida por D. Charles Morerod, Bispo de Lausanne, Genebra e Friburgo, marcou a abertura do Centenário. Estão previstos vários eventos até 15 de outubro de 2022: uma peregrinação para os jovens, uma vigília de oração, um encontro com as nossas famílias, uma missa radiofónica e uma peregrinação de Lully a Le Pâquier para os habitantes da região, etc. Dois livros serão publicados: um livro de fotografias para o Natal e um segundo livro que traça a história da fundação em 2022.