Notìcias Notícias OCDS, Notícias
24 junho 2021

Dr Patrick DiVietri, OCDS, compõe uma CANTATA CARMELITA Uma reflexão musical sobre a vida mística de Teresa de Ávila

O Dr. Patrick DiVietri é membro do OCDS, conselheiro pastoral, psicoterapeuta certificado pelo ACPE, professor de filosofia e teologia, músico, compositor, autor, e pai de família.  É o Director Executivo do Family Life Institute (Manassas, VA, EUA).  É sobretudo um homem cuja vida está centrada no desejo de fazer em primeiro lugar e sempre a vontade de Deus.  Neste sentido, a sua obra musical foi concebida também para o amor e glória de Deus e para o bem de todos.

Como artista, já tinha composto em 1981 uma Partita Teresiana: Retrato de uma Santa, para guitarra solista. Acaba de compor uma CANTATA CARMELITA. Os poemas e a música do Dr. DiVietri são uma reflexão sobre os diferentes tipos de unidade e a forma como estão ligados, ou seja, o amor. O amor é visto não só como um desejo de união com o bem, mas também como a força que, acima de tudo, constitui a integridade de uma pessoa, o que a liga aos outros e a Deus. Esta integridade pessoal, que resulta da aquisição das virtudes, permite que o homem se possua a si próprio. Só então é livre de se entregar ao amado e a Deus, e de se dedicar ao que é nobre e em conformidade com a dignidade do homem.

A Cantata começa e termina com poemas nos quais pessoas exprimem a Deus o seu amor e desejo de estarem unidas com Ele. O primeiro poema é sobre um jovem que deseja ser “como Deus” e tenta enfrentar sozinho o mal para o bem de todos. O segundo poema é sobre Teresa de Ávila, uma santa, que toma uma posição semelhante, mas não sozinha. Ambos estão unidos pelo mesmo objectivo: opor-se ao mal por amor de Deus e encorajar outros a fazer o mesmo. Para alcançar este objectivo, ambos decidem conformar toda a sua vida à vontade e ao amor de Deus.

Se desejar saber mais: https://www.cantatacarmelita.org/

 

Por cortesia de © Rome Records