O P. Teófanes Egido, OCD, recebeu o Prémio Castilla y León para as Ciências Sociais e Humanas na sua edição de 2020.

O P. Teófanes Egido, OCD, recebeu o Prémio Castilla y León para as Ciências Sociais e Humanas na sua edição de 2020.

O P. Teófanes nasceu em Gajates (Espanha) em 1936 e dedicou a sua vida à História. Professor de história moderna na Universidade de Valladolid até 2001, cronista oficial da cidade de Valladolid durante 17 anos, é um dos especialistas mais reconhecidos do século XVIII.

O Júri decidiu por unanimidade atribuir-lhe este prémio “pela sua dedicação permanente e brilhante ao ensino e à investigação histórica, que proporcionou à historiografia do século XVIII espanhol linhas de investigação de vanguarda com um impacto especial na história das mentalidades. (…) Os estudos realizados pelo P. Teófanes Egido foram decisivos na identificação das origens judaico-convertidas da família de Teresa de Jesus ou na análise crítica da obra de Martinho Lutero, tendo realizado a primeira tradução em castelhano das suas obras, abrindo novos canais de estudo e interpretação da religiosidade do Barroco, o que fez dele um dos grandes historiadores de Castela e Leão”.

A cerimónia de entrega do prémio realizou-se na quarta-feira, 21 de Abril de 2021.

Parabéns ao P. Teófanes pela distinção.