Dois congressos sobre Elisabeth da Trindade

Dois congressos sobre Elisabeth da Trindade

O mês de novembro foi marcado por alguns acontecimentos inesquecíveis para o Carmelo teresiano. Se em 19 de novembro o Padre Maria-Eugênio era beatificado em Avignon, em celebração multitudinária – à qual compareceu o Padre Geral, acompanhado de um bom número de religiosos – o impacto da canonização de Santa Elisabeth da Trindade traduziu-se na celebração de dois importantes congressos no CITeS de Ávila e no TERESIANUM de Roma.

De 10 a 13 de novembro, no CITeS – Universidad de la Mística, o pensamento e a doutrina de Santa Elisabeth da Trindade, assim como sua simplicidade, sensibilidade e profundidade, iluminaram mais de uma centena de participantes. A transmissão online permitiu a oitenta carmelitas descalças de países como Espanha, Costa Rica, Panamá, Estados Unidos, Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Venezuela, Marrocos, Líbano, Portugal e República Checa, seguir o Congresso bem de perto a partir de seus conventos.

Por sua parte, o Teresianum organizou um congresso nos dias 22 e 23 de novembro, com grande participação de público. Situada a nova santa em seu contexto histórico e depois de apresentar um perfil biográfico-espiritual, os palestrantes expuseram alguns dos elementos fundamentais de sua doutrina: relação com São Paulo, cristologia e espiritualidade trinitária. Uma Eucaristia celebrada na capela do Teresianum, presidida pelo Cardeal Angelo Amato, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, fechou o congresso com chave de ouro.

07 05 03