Consagração episcopal de Mons. Oswaldo Escobar

Consagração episcopal de Mons. Oswaldo Escobar

Às nove da manhã do primeiro de outubro, festa de santa Teresa do Menino Jesus, iniciou-se a cerimónia de consagração do novo Bispo de Chalatenango, El Salvador, Mons. Oswaldo Estéfano Escobar, carmelita descalço, que era até à sua nomeação provincial do Carmelo centroamericano.

Na celebração – que teve lugar no parque central da cidade -, presidida por Mons. Luis Morao Andreazza, ofm, anterior titular da diocese, esteve também presente Mons. Silvio Báez, primeiro bispo carmelita teresiano em Centroamérica, assim como o núncio apostólico, León Kalenga. Presidiu à consagração de Chalatenango.

Foi notória a amostra de apoio do povo – que ocupou não só o parque, mas muitas das ruas adjacentes – assim como da família do Carmelo e o clero. Uns quinze bispos acompanharam a celebração, entre eles o cardeal Rodríguez Maradiaga, arcebispo da arquidiocese de Tegucigalpa.

O núncio apostólico salientou o perfil de bispo que quer o papa Francisco e propôs o exemplo do Bispo e mártir salvadorenho, o beato Oscar Arnulfo Romero. Depois do agradecimento de Mons. Oswaldo, tomou a palavra frei Francisco Xavier Mena, ocd, Conselheiro do Carmelo Descalço para América Latina, que transmitiu a todos palavras de gratidão em nome do Padre Geral, Saverio Cannistrà. Ofereceu a Mons. Oswaldo a contínua oração do Carmelo e recordou-lhe que para ser bom Bispo, bastava-lhe ser bom carmelita.

Com a bênção final concluiu esta celebração que encheu de gozo ao Carmelo e à Igreja salvadorenha.

Oswald (5) Oswald (4) Oswald (2) Oswald (1) Chiesa