Inundações em Kerala (Índia)

Inundações em Kerala (Índia)

As contínuas chuvas que caíram durante semanas no estado de Kerala (Índia) provocaram danos enormes durante aquelas que foram consideradas as piores inundações em mais de cem anos naquele território. Como consequência, a terra deslizou nas zonas montanhosas, produzindo perigosas enxurradas; as represas estão cheias, obrigando as autoridades a abrir suas comportas para evitar males piores. Centenas de milhares de pessoas que vivem nas proximidades dos rios sofreram as consequências das inundações: em pouco tempo, suas casas estavam sepultadas debaixo d’água, enquanto a chuva constante tornava muito difícil a evacuação dos prejudicados. Os mortos podem ser contados às centenas, enquanto milhares de pessoas perderam suas casas, colheitas, negócios, bens… É difícil avaliar as perdas, tanto humanas como materiais, mas serão certamente enormes diante das primeiras informações recebidas.

Como isso afetou nossos frades, irmãos e irmãs em Kerala? No momento, as únicas notícias que obtivemos foram estas:

Muitas de nossas casas em Kerala estão às margens dos rios, especialmente o Periyar, um dos que transbordaram nesses dias. Eram, portanto, muito vulneráveis à inundação.

O noviciado Monte Carmelo, da Província de Malabar, em Kalady, ficou inundado, obrigando a comunidade a refugiar-se com algumas famílias em um pavimento superior. Resistiram durante três dias sem eletricidade e com pouca alimentação. Graças a Deus, encontram-se em segurança e as águas começam a baixar, ainda que toda a região esteja devastada.

O colégio de filosofia e o centro de espiritualidade da Província de Manjummel (Atmadarshan) foram sepultados pelas águas. Os estudantes foram evacuados e ambas as propriedades sofreram danos enormes.

A mesma coisa aconteceu em Jvothirbhavan, Kalamasserv (Manjummel). Felizmente, não há prejuízos pessoais, mas a propriedade está devastada.

O noviciado São José, em Annamanda – da Província de Manjummel – foi totalmente sepultado pelas águas. Os noviços puderam ser evacuados a tempo, junto com a comunidade.

O convento de Verapoly (Manjummel) também está debaixo d’água.

A casa de estudos teológicos da Província de Kerala-Sul, em Avroor, foi invadida pelas águas até o primeiro pavimento. A comunidade e os estudantes ficaram retidos por vários dias, mas felizmente se encontram bem.

As monjas do Carmelo de Malayattoor também foram afetadas pelas inundações.

Até o momento não temos notícias de danos pessoais entre nossos frades. Algumas de nossas casas converteram-se em centros de acolhida para as famílias mais atingidas. Graças a Deus, as águas estão baixando e isso está permitindo uma comunicação mais fluida, razão pela qual esperamos dar mais notícias em breve. Infelizmente, mesmo sabendo que a inundação castigou fortemente regiões como Thiruvalla, Ranni ou Alapuzha – nas quais temos comunidades –, não podemos dar muitos detalhes sobre a situação nesses lugares, já que é difícil fazer contato por causa dos problemas de falta de luz e cobertura para os telefones celulares.

Uma vez que as águas tenham baixado totalmente, poder-se-ão avaliar as perdas e o prejuízo real nas propriedades e edifícios da Ordem na região, que será, sem dúvida, muito grande. Quando chegar o momento, informaremos os meios para ajudar nossos irmãos e irmãs, assim como aos demais prejudicados.