Curso de formação das monjas italianas em Nënshat (Albânia)

Curso de formação das monjas italianas em Nënshat (Albânia)

No dia 9 de junho teve início um encontro de monjas jovens da Federação italiana de mosteiros Mater Carmeli, na casa de espiritualidade dos padres carmelitas descalços em Nëshat (Albânia). Reuniram-se um total de 23 religiosas, entre professas e formandas, que também puderam partilhar alguns momentos com a comunidade da casa de espiritualidade dos frades.

O conteúdo formativo do encontro foi, em primeiro lugar, de tipo carmelitano, através de uma aproximação à figura do carmelita descalço húngaro Padre Marcelo, apresentado por um irmão da mesma nacionalidade – Padre Rafael Bakos –, que destacou a qualidade do testemunho de Deus fundado na experiência, com um particular acento mariano, transmitida por Padre Marcelo.

A segunda parte do encontro teve um matiz mais psicológico, graças às conferências da Irmã Bruna Zaltron, ursulina, sobre as feridas da personalidade, as crises, as estratégias para superar os desencantos ou os desafios da vida fraterna, entre outros temas.

Também houve tempo para visitar as clarissas de Scutari e conhecer o “lugar da memória”, museu adjacente ao mosteiro, que recorda o martírio da Igreja da Albânia pelas mãos do regime comunista.

A Eucaristia de encerramento foi presidida pelo bispo local – Monsenhor Simão Kulli –, que agradeceu a presença das Irmãs, as quais retornaram à Itália cheias de alegria e edificadas pela fraternidade partilhada entre religiosas de diferentes mosteiros, assim como com os frades e monjas do Carmelo teresiano albanês.